quinta-feira, 16 de junho de 2011

Sonho Lúcido

Sonho Lúcido

Rodolfo Pamplona Filho
Hoje, tive uma idéia de pura magia
para construir uma poesia.
Dei um salto no escuro.
Tive um sonho lúcido, no duro!

Eu estava acordado
e sonhando, como quem tudo sente...
Eu me vi inebriado,
mas, ao mesmo tempo, consciente.

Pensei em versos colocar
toda essa (con)fusão
de viver o sonho no ar
e sonhar o real na sensação.

Bateu um desespero,
por não me sentir inteiro
para saber direito o que vi,
nem o que realmente senti...

mas é uma sensação única,
como o momento de concepção,
desfazendo-se da túnica
no ato de criação...

Praia do Forte, 08 de março de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário