segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Poema para o Deus TV

Poema para o Deus TV

Rodolfo Pamplona Filho
Ó, Grande Oráculo do Momento,
obrigado por ressaltar a emoção,
reduzir o pensamento
e suprimir a imaginação...

Sou grato pela artificialidade
das soluções rápidas de amargar
e por me dar a incapacidade
de me indignar...

Agradeço, ó Deus Soberano,
pelas manipulações mentais
do desejo humano
para fins comerciais

Ilumina-nos com vossa luz piscante,
desligando, em um rompante,
meus transmissores neurais
e qualquer chance de algo mais.

Regala-me com minha
absoluta falta de reação,
enquanto minha mente definha,
pela ausência de reflexão,

pois minha segurança emocional
depende de satisfazer
uma necessidade banal
que não havia até você me dizer...

Praia do Forte, 19 de fevereiro de 2012.

4 comentários: