quinta-feira, 18 de abril de 2013

Não fui eu!

Não fui eu!

Rodolfo Pamplona Filho
Se algo aconteceu,
Rodolfinho diz:
Não fui eu!

Quem aqui mexeu?
Rodolfinho diz:
Não fui eu!

Quem ainda não comeu?
Rodolfinho diz:
Não fui eu!

E se alguém, por perto,
ousar dizer que foi ele, por Deus,
ouvirá, por certo:
Cala a boca, Zebedeu!

Ilhéus, 31 de março de 2012.

5 comentários: