sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Gente Chata

Gente Chata

Rodolfo Pamplona Filho


Há pessoas que pedem a Deus
para ser desagradáveis
e entram duas vezes na fila...
Há quem sabe que incomoda,
mas não move uma palha
para mudar isso...

Criatura mimada,
mal-acostumada,
com o ego inflamado,
a ponto de achar
que é o centro do universo.

Indivíduos que nunca
sofreram de verdade,
e que, diante da menor adversidade,
agem como se o mundo fosse ruir
ou seus sonhos fossem destruir...

No final das contas,
este povo é simplesmente
uma raça que tem na mente
apenas a sua sina que mata:
nunca deixar de ser gente chata!


Buenos Aires, 24 de junho de 2011

9 comentários:

  1. Oi, Rodolfo! Amei! Já li alguns textos, mas vou demorar para "degustar" todos! Acabei de ler o Auto-Controle e sou a testemunha viva do que você diz lá: quantas vezes era melhor ter mantido a serenidade... Mas a gente vai aprendendo a ser melhor a cada dia... Abraços, Érica (amiga do Rossifran)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Érica!
    Que bom encontrá-la aqui também!
    Não tenha a menor dúvida de que manter a serenidade é a melhor postura...
    Beijos,
    RPF

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Professor.
    Esse poema está no grupo intitulado "textos dedicados a pessoas específicas". Depois de ler, bateu a velha e boa curiosidade: pra quem será? =)
    Infelizmente ontem me deparei com alguém assim ou pior até. E o sorriso voltou depois da leitura porque você conseguiu expressar direitinho como são chatas essas pessoas!
    "Criatura mimada, mal-acostumada, com o ego inflamado, a ponto de achar que é o centro do universo."
    Como sempre, sensacional!
    Grande beijo.
    Vitória

    ResponderExcluir
  5. Querida Vitória
    Fico feliz em saber que o poema serviu de consolo para esta situação que vc viveu...
    É difícil mesmo conviver com este tipo de gente...
    Quanto ao nome da pessoa que me despertou a inspiração para escrever este poema, não revelo nem sob tortura, rs...
    Beijocas saudosas,

    RPF

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa agora, rs...
    saudades, Professor!
    DSD

    ResponderExcluir
  7. Querida DSD
    Há segredos que levarei para a tumba, rs...
    Beijocas saudosas,
    RPF

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Layanna
    Eu é que fico muito feliz com esta sua observação!
    Obrigado pelo seu carinho!
    Beijos,
    RPF

    ResponderExcluir