terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Acordo de convivência

Poucos advogados cíveis, militantes na área de Família, teriam tamanho talento contratual.




 

8 comentários:

  1. Ainda bem que ela não assinou! Hahaha! Cada uma....

    ResponderExcluir
  2. Já tinha lido esse acordo mesmo, ou outro muito parecido. Eis um rapaz que sabe das coisas! :P

    ResponderExcluir
  3. Letícia
    Verdade...
    Mas será que a declaração unilateral poderia ter produzido efeitos? rs...
    Abs,
    RPF

    ResponderExcluir
  4. "Mas será que a declaração unilateral poderia ter produzido efeitos?"

    nesse caso, se fosse a vontade dela em consonâcia com os interesses dele, certo?

    ResponderExcluir
  5. Oi, D. Farias
    Acho que é por aí, rs...
    Abs,
    RPF

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Layanna!
    É a mais pura verdade, rs...
    Beijos,
    RPF

    ResponderExcluir