terça-feira, 22 de maio de 2012

Soneto da Inversão Aritmética

Soneto da Inversão Aritmética

Rodolfo Pamplona Filho

Dividir minha vida com você
é multiplicar indefinidamente o prazer,
potencializar a nossa essência
e elevar o afeto à decima potência.

Como toda simples equação,
os dois lados são igual quinhão,
pois não há matemática expressão
que explique o valor da paixão

que se tornou o maior numerador,
dividido por um duplo denominador,
que é o resultado de nossa fração.

A fórmula algébrica só é metódica,
se o sentido de toda lógica
é descobrir em você o X da questão!

Salvador, 05 de setembro de 2011.

4 comentários:

  1. Poeta,
    Não sou lá muito amiga dos números, mas sou devotada à poesia.
    E que soneto bom! Lindo!!
    Mas coisa realmente bonita é quando o amor subverte até a lógica mais exata, implode divisoes, ri das nossas classificaçöes, nos convoca à vida.
    Adoro, principalmente, as estrófes que abrem e fecham o poema..
    Bjs,
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beatriz
      Fico muito feliz por voce ter gostado do poema!
      Beijos,
      RPF

      Excluir
  2. Amei!!! Exatamente o momento que estou vivendo... Parabéns pelas lindas e tocantes poesias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alê Santiago!
      Fico feliz que tenha gostado!
      Abracos,
      RPF

      Excluir