quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Soneto das Raízes Voadoras (para Debora Noal)

Soneto das Raízes Voadoras (para Debora Noal)

Rodolfo Pamplona Filho

Asas para voar
Raízes para voltar,
mas voadoras para levar
para qualquer lugar

Há muita gente no mundo
que está andando aí sem parar,
mas não percebeu o absurdo
de que viva não está...

Tudo que eu não posso carregar
não me pertence de verdade
mas tudo que eu posso dar

pode ser tão impactante
pois, para quem nunca sentiu amar,
um abraço é muito mais importante.

No vôo de Salvador
para Imperatriz-MA (via Brasília),
09 de novembro de 2011.

10 comentários:

  1. Maravilhoso, "Tudo que eu não posso carregar não me pertence de verdade..." (Rodolfo Pamplona Filho). Amei.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Anônimo!
    Fico feliz que tenha gostado!
    Esta frase, em especial, veio à mente na entrevista de Débora Noal, não tendo eu resistido a incorporá-la no soneto.
    Pesquise sobre ela na web! É fascinante!
    Abs,
    RPF

    ResponderExcluir
  3. Poeta,
    Só uma mente e um coração como os seus seriam capazes de captar Débora Noal em sua plenitude. Essa moça tem uma vida muito bonita, e você a homenageou de modo tocante . Acho, inclusive, que uma homenagem pela poesia vale mais do que qualquer medalha....
    Beijos,
    Beatriz

    ResponderExcluir
  4. Querida Beatriz
    Sinceramente, eu virei fã da coragem e da vida de Débora Noal...
    Este meu poema é minha homenagem de admiração...
    Beijos,
    RPF

    ResponderExcluir
  5. Mais um poema que fala! Que fala a mim ... Compartilhei no meu face! Escrever assim é um dom! Parabéns! Renata Stauffer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Renata Stauffer
      Fico muito feliz com isso...
      Beijos,
      RPF

      Excluir
  6. NINGUEM VAI MUDAR O MUNDO COM CERTEZA,MAIS PODEMOS MUDAR O MUNDO DE ALGUEM POR ALGUM TEMPO *!!*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Neydyx
      Acho que é por aí mesmo...
      Abraços,
      RPF

      Excluir
  7. Eu também fiquei fascinado pela história de vida de Debóra Noal.
    Por acaso li a entrevista aonde ela conta sua experiência junto a MSF em um surto de Ebola.
    Poucas pessoas chamaram a minha atenção como dessa heroína.

    Ela merece muita poesia.

    Fernando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Fernando

      Não tenha a menor dúvida disso!
      Um dia, ainda a conhecerei pessoalmente!
      Está aí uma pessoa que vale a pena conhecer!
      Abraços,

      RPF

      Excluir