segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Dever Cumprido

Dever Cumprido

Rodolfo Pamplona Filho
Como é boa
a sensação de alívio,
que vem naturalmente
quando a tarefa é cumprida,
o dever é entregue
ou o trabalho é terminado!

Ver-se devedor
de obrigações pendentes
incomoda mais do que
uma goteira na cabeça,
uma ferida que não fecha
ou uma pressão que não cessa.

Enfrentar o desafio
é encontrar coragem
em si mesmo, como a buscar
um tesouro escondido,
uma luz a ser acesa
ou um foco a ser direcionado.

Para alcançar o resultado,
não se deve depender da inspiração,
mas, sim, só da transpiração,
como o peixe vive na água,
o ser vivo precisa de ar
e o mundo carece de amar.

Salvador, 29 de janeiro de 2012.

2 comentários:

  1. Serviu como uma luva... Não há nada que incomode tanto quanto a PENDÊNCIA! É preciso proatividade, ir buscar, fazer e superar!
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Priscylla

      Não tenha a menor dúvida disso...
      E, neste período de organização de calendário de pós, mais ainda, rs...
      Beijos,

      RPF

      Excluir