domingo, 28 de outubro de 2012

Um amor lindo...

Um amor lindo...

Rodolfo Pamplona Filho
O nosso amor é lindo:
lindo, lindo de viver!
O nosso amor é tão lindo,
que, como ele, outro não pode haver.

O nosso amor é o mais bonito,
pois, como ele não pode ter
as coisas tidas como grandes,
vai se construindo nas pequenas

e, nesse processo, ilumina tudo
que, para os outros, sem ter vivido,
talvez fosse insignificante
ou passasse despercebido,

mas, para quem ama de verdade,
é puro encantamento,
chave para felicidade
e do fim de todo lamento.

E, por isso, ele é
o amor das surpresas,
da doçura, da generosidade,
da imaginação e da criatividade.

Na necessidade de buscar jeitos
e estradas vicinais para poder seguir,
esse amor inventa caminhos insuspeitos,
descobre trilhas preciosas a investir

ainda que sem sinalização
ou qualquer outra perspectiva
de ser algo mais que uma canção
que tocará toda nossa vida.

É um amor que é,
simultaneamente,
razão e fé,
coração e mente,

luz e mistério,
agito e acalento.
calor e refrigério,
paz e vento.

Salvador, 07 de dezembro de 2011.

6 comentários:

  1. ESSE POEMA FICOU MAGNIFICO! PARABÉNS! :)BJOKAS! AMANDA SANTOS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida Amandinha!
      Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos,
      RPF

      Excluir
    2. Beijos aos milhões e borbotões...

      RPF

      Excluir